ACAM MG
ACAM MG
  • O Estudo da vida extraterrestre

    | Cliques: 164 O Estudo da vida extraterrestre

    Nos seus primórdios, a ufologia sequer tinha nome. Era um movimento espontâneo de pessoas isoladas que gradualmente buscavam se agrupar, em busca de explicação para um fenômeno intrigante: objetos ou aparelhos que se movem no ar se ruído, sem asas ou motores perceptíveis, com inexcedível velocidade, espantosa maneabilidade, às vezes vistos de perto com seus tripulantes estranhos, causando estupor nos observadores eventuais situados em todos os quadrantes do nosso planeta.

     

    Ciência e preconceitos

     

                Um fenômeno extraordinário não é necessariamente fantasioso ou miraculoso e nada deveria ser julgado impossível, simplesmente porque é fora do comum e não condiz com as estruturas cognitivas da cultura vigente. O caminho correto é estuda-lo, investiga-lo, em busca de explicação.

             No entanto, a atitude prevalece em grande proporção de pessoas, incluindo muitos cientistas, é negativa quanto às evidências que não se coadunam com suas expectativas. Essas pessoas, no dizer do filósofo Alfred Hill, se aferram aos seus preconceitos. “Sua educação e sua experiência, para não falar de seu atavismo mental – comenta Hill, as levam a reforçar sua crença de que certos fenômenos, mesmo confirmados pelas testemunhas mais dignas de crédito, são impossíveis”.

             Cada passo adiante da ciência revela um mundo novo sob um dia novo e o estudioso deve continuamente se adaptar à mudança de pontos de vista, formular hipóteses novas para tomar conhecimento de fatos novos. Se lhe fosse possível formular uma hipótese final e verdadeira, a ciência deixaria de existir. Lembra-nos Sertillanges que “as bases definitivas hão de faltar sempre à ciência – felizmente para a ciência”.

    No conceito do naturalista alemão Alexandre von Humbolt, “um ceticismo presunçoso que rejeita os fenômenos sem os examinar e sem admitir que eles possam ser reais, é mais repreensível, sob certos aspectos, do que uma credibilidade irracional”.

     

    Paulo Werner

    Presidente Cipfani

    Consultor Revista UFO

     

Imagens relacionadas